Blog

3 de setembro de 2012

Acumuladores x Protetores de Animais

O Cão sem Fome recebe sempre pedidos de ajuda e fazemos questão de checar todos eles pessoalmente. Esse domingo atendemos à um chamado de Protetores em dificuldades, na cidade de Guarulhos.
3 de setembro de 2012

Você sabe o que é um Protetor de Animais?





Hoje em dia, muito se ouve falar sobre “Protetores de Animais” e muita gente acha bacana dizer que é um “Protetor”, mas você sabe o que é exatamente um “Protetor de Animais”?
É importante saber que Protetores de Animais são pessoas iguais a você, eles trabalham, estudam, possuem família, filhos, quintal pequeno, mas decidiram arregaçar as mangas e fazer a diferença.
São pessoas que, por amor aos animais, dedicam sua vida, seu tempo e seu dinheiro a uma causa que nunca lhes trará nenhum retorno material: cuidar de animais abandonados, ameaçados ou resgatados de situações de risco.
Eles não
3 de setembro de 2012

Kandy e Apolo





Quando cheguei em casa hoje, vi a Lua linda e redondinha no céu. Estava tão brilhante, talvez por causa do frio, que me deixei encantar. Mas faltava alguma coisa... Uma Lua assim tão imponente no meio do azul-marinho (que deveria ser celeste) estava silenciosa demais para o meu gosto.
Em noites assim, de Lua calada, sempre me lembro do Apolo. Por razões que talvez apenas Zeus conheça, o Apolo detestava tudo o que habitasse o céu. Latia para a Lua, para pipas, aviões, fogos de artifício, pássaros e balões. Só perdoava as estrelas.
28 de agosto de 2012

Fernanda e Téo

Nunca tive cachorro, nem nunca fui daquelas crianças que vivem pedindo um cachorro para os pais. Talvez por isso tenha me surpreendido tanto com o quanto um bichinho desses é capaz de preencher nossa vida com experiências que jamais podia imaginar!
O Téo chegou na minha vida eu já era adulta, foi uma decisão minha e da minha mãe passarmos a ter um cão. Começamos a pesquisar sobre as raças e ficamos apaixonadas pelos beagles, apesar de saber da fama de vigaristas que eles têm!..
28 de agosto de 2012

Tamara e Nina

Nina!

Sempre quis ter um cachorro e aqui em casa a ideia nunca foi muito bem aceita, porém, depois que assumi que seria responsável por absolutamente tudo, minha avó e minha mãe concordaram.


A partir daí, começou a questão que cachorro comprar, depois de uma conversa que tive com a Glau, decidi: quero adotar um cão! Coincidentemente, na época em que decidi adotar, nasceram cinco filhotes de uma das cadelas apoiadas pelo projeto. Falei: pronto! Um deles será meu!
Fui a uma das entregas de ração decidida a trazer uma comigo.
28 de agosto de 2012

Andrea e Tutchi

O texto abaixo foi escrito pela Andrea, em forma de carta, para seu amado e eterno menino...
28 de agosto de 2012

Glaucia e Magali

O texto abaixo foi escrito por Glaucia Lombardi

É sempre muito lindo e emocionante ver como a dor também é capaz de fazer as pessoas produzirem coisas tão importantes!

Glau, parte da tua dor virou isso tudo!

Certeza de que quando deste mundo você partir, vai se encontrar com esses seus amores e muitos outros seres ajudados por você!

A Magali chegou numa noite chuvosa, trazida pelo meu marido, enrolada em uma faixa da CET. Havia sido resgatada de um atropelamento na Marginal Pinheiros.
28 de agosto de 2012

Rose e Nina

A mensagem abaixo nos foi enviada pela Rose Zacardi.

Esta é a minha história e a da Nina, dificil escolher uma entre tantas histórias e quatro cães  mas vamos a mais recente então....

Todos sabemos que várias pessoas se relacionam, namoram e até casam pela internet atualmente, mas nunca imaginei adotar um cão utilizando de tanta modernidade.

Estava no Facebook, quando uma amiga veterinária, postou fotos de uma fêmea muito maltratada e magra, e três filhotes lindos e gordinhos de aproximadamente dois meses, que foram resgatados pelo seu cunhado na estrada de Ribeirão Pires.

Infelizmente um dos filhotes havia sido
28 de agosto de 2012

Débora e Zara

Texto enviado por Débora Soares, uma grande amiga da Fernanda, da equipe Cão Sem Fome
Tínhamos acabado de casar, Frede e eu.

Minha vida sempre fora muito ligada aos cães, desde os 11 anos, quando tive meu primeiro cachorrinho, um Pinscher chamado Jordan.

Durante o nosso tempo de namoro, Frede passou a ter uma grande afinidade com cães, pois passou a participar das minhas aventuras caninas, que não foram poucas.
Facebook
Twitter
Follow by Email
Instagram
YouTube